Cartas | Fundo Versa | Page 11

A Semana Macro (10/02) – Atividade e Inflação em Baixa, mais Cortes de Juros?

Nem o ambiente global, nem os indicadores internos ajudaram na semana. Lá fora, o Coronavirus continuou a pesar e os números de atividade mostraram sinais trocados. De fato, enquanto a economia americana seguiu mostrando força, a indústria na Europa surpreendeu negativamente. No Brasil, as projeções de PIB começaram a sofrer, seja com os números mais fracos de atividade, seja com o impacto (incerto) do Coronavírus na economia mundial. Para os juros, terminamos a semana não muito distantes de onde começamos, com alguma possibilidade de novos cortes na Selic na conta dos economistas. Ou seja, se por um lado o Copom foi claro ao afirmar que pretende interromper o ciclo de cortes, por outro, a atividade mais minguada e a inflação em baixa logo reacenderam tais especulações.

A Semana Macro (27/01) – Atividade melhora; sinais mistos na inflação

Sem outras novidades no plano global, o surto de corona vírus pesou nos mercados durante a semana. No Brasil, alguma positividade com a atividade e sentimentos mistos com a inflação. Mesmo assim, consolidou-se a visão de que mais cortes nos juros vêm por aí.

A Semana Macro (17/02) – Cautela no Crescimento e Expectativas de Inflação em Queda

Em uma semana sem muita direção no plano global, os fracos números de atividade interna voltaram a pesar. Lá fora, enquanto o coronavírus seguiu no foco, a economia americana deu alguns sinais de desaceleração, mas nada que preocupe por enquanto. No Brasil, os dados de varejo e serviços confirmaram um cenário de recuperação mais lenta do crescimento. De fato, essa dinâmica associada a queda das projeções de inflação tem fortalecido a visão de que os juros permanecerão baixos por mais tempo

A Semana Macro (3/08) – O Covid e o PIB

Seguimos otimistas com a recuperação, mas não custa lembrar que a lenta melhora dos números da pandemia no Brasil deve cobrar seu preço no PIB no curto prazo, principalmente no setor de serviços. Como os mercados olham "pra frente", isto não deveria ser um grande problema. Vamos ao Detalhes:

Resultado Mensal (Julho/20): Versa +15,3%; Fit +7,1%; Charger +8,6%; Tracker +6,9%

Em julho as principais bolsas do mundo seguiram a recuperação que iniciou após o atingimento do "fundo do poço" entre março e abril. O índice americano S&P 500 teve seu quarto mês...
Bitnami